Os hillforts, antigas estruturas fortificadas, que coroam muitas das colinas do sul da Inglaterra estão entre as maiores e mais dramáticas características pré-históricas que ainda sobrevivem nas paisagens rurais modernas.

O Wessex Hillfort Survey reuniu uma grande quantidade de dados sobre o interior dos hillforts de Wessex em uma parceria de três anos entre o Ancient Monuments Laboratory do English Heritage e a Universidade de Oxford, dando origem ao livro “The Wessex Hillforts Project: Extensive Survey of Hillfort Interiors in Central Southern England” escrito por Andrew Payne, Marck Corney e Barry Cunliffe.

Os hillforts datam desde o final da Idade do Bronze até os últimos séculos antes da conquista romana, e vêm atraindo grande interesse arqueológico nos dias atuais, devido sua grande importância para o estudo da Idade do Ferro.

Todo o esforço comunitário envolvido na construção destas estruturas e o elevado grau de organização social, alimentam os debates sobre se tais estruturas eram redutos de chefes Celtas, centros comunitários, lugares ocupados sazonalmente ou refugio para tempos de agitação.

A pesquisa usou de métodos não invasivos para encontrar distinções mais elaboradas para os diferentes tipos de hillforts. Os novos dados revelam não só a complexidade do registro arqueológico preservado nos hillforts, mas também uma grande variação em termos de complexidade entre os sítios.

O livro é disponibilizado gratuitamente em sua versão digital pelo Archaeology Data Service da Universidade de York.

Donwload – The Wessex Hillforts Project

The Wessex Hillforts Project: Extensive Survey of Hillfort Interiors in Central Southern England, Cunliffe, B.|Payne, A.|Corney, M., English Heritage (2006), ISBN: 9781848022218